O Supremo Tribunal Federal (STF) acolheu a intervenção da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DP) como “Custus Vulnerabilis (CV)”. O conceito de CV foi pesquisado e sintetizado pelo defensor público e doutorando do Ciesa, Maurílio Casas Maia.

Maia trabalhou ao lado do professor de pós-graduação do Ciesa, Cassio Scarpinella, que teve atuação decisiva para disseminar cientificamente essa nova visão de atuação da Defensoria como guardiã dos direitos dos vulneráveis.

Maurílio é aluno do Doutorado Institucional (Dinter) do Ciesa com a Universidade de Fortaleza (Unifor) em Direito Constitucional. Ao Ciesa, o aluno expôs sobre sua gratidão aos professores que teve na instituição e que possibilitaram alcançar o feito: “Honra maior que nosso professor Cassio Scarpinella debata cientificamente a tese. Estar ao lado dele na decisão do STJ não tem preço! Grato a vocês pela oportunidade de estudar com esse ser diferenciado que ele é!” comentou.